MENINGES

4
506
MENINGES
Você Sabia, que o Sistema Nervoso Central é constituído pelo encéfalo (cérebro, bulbo e cerebelo) e pela medula espinhal? Essas estruturas são fundamentais para o funcionamento do organismo. Diante da importância desse sistema, protegê-lo é essencial e para isso, contamos com a presença da caixa craniana, vértebras e meninges
Imagem: Reprodução/Internet

Constituído de tecido conjuntivo denso e frouxo, o mesênquima que envolve o tubo neural se condensa, formando uma membrana primitiva, que se chama MENINGE, formando as membranas: dura-máter, aracnóide e pia-máter, tendo como função principal proteger esse sistema tão importante.

 
DURA-MÁTER
De origem grega o nome dura-máter significa, [Grego: Dura = resistente + máter  = mãe], também conhecida como meninge fibrosa, composta por tecido fibroso denso, sua superfície interna é coberta por células achatadas, basicamente é a membrana mais dura e grossa, próxima ao crânio e a mais externa das meninges.
Consiste de duas camadas: a camada periosteal (mais externa) que fica mais próxima à caixa craniana e é afixada aos ossos cranianos atuando como periósteo (porém sem função osteogênica) limitando a região cerebral; E a camada interna que fica mais próxima ao cérebro e continua com a medula espinhal, contém também grandes vasos sanguíneos que se dividem em capilares menores na pia-máter.
A dura-máter é um saco que envolve a aracnóide e serve estrategicamente a diversas funções como atuar no combate aos ataques patológicos infectantes e doenças malignas. A dura-máter envolve e suporta os grandes canais venais (dural sinuses) levando o sangue do cérebro para o coração.
ARACNÓIDE
É o elemento central das meninges, uma membrana serosa que se localiza entre a dura-máter e a pia-máter, está meninge recebe esse nome em razão de sua estrutura assemelhar-se a uma teia de aranha. Ela provê um efeito de amortecimento para o sistema nervoso central. A aracnoide existe como uma fina e transparente membrana. É composta de tecido fibroso e como a pia-máter, é encoberta por células achatadas, impermeáveis a fluídos, atuando além da defesa, na formação dos espaços intra-meníngeos.
A aracnóide-mater não segue as convoluções da superfície do cérebro parecendo, portanto, como um saco frouxo. Na região do cérebro, particularmente, um grande número de finos filamentos chamados de arachnoid trabeculae passa da aracnóide através do espaço sub-aracnóide para misturar-se com o tecido da pia-máter.
A aracnóide e a pia-máter são, às vezes, chamadas, juntas, de leptomeninges.
Entre as meninges aracnóide e a pia-máter existe uma substância líquida, conhecida como líquor ou líquido cefalorraquidiano ou cerebrospinal, no adulto esse líquido é de aproximadamente 150 ml.
PIA-MÁTER

Pia-máter do [Grego: Pia = macia + máter = mãe] é uma membrana vascularizada localizada mais internamente. É o envelope meníngeo que firmemente adere à superfície do cérebro e a medula espinhal (feixes nervosos). Ela segue aos menores contornos do cérebro (Giro e Sulco). A pia-máter é uma fina membrana composta de tecido fibroso coberta em sua superfície externa por uma folha de células achatadas impermeável a fluídos. A pia-máter é atravessada por vasos sanguíneos que vão do cérebro à medula espinal e seus capilares são responsáveis pela nutrição do cérebro. Essa membra está em contato direto com o sistema nervoso central, sendo que a porção da medula é mais espessa e menos vascularizada quando comparada com a que reveste a região do cérebro. Vale destacar que essa membrana acompanha as ondulações do cérebro, aprofundando-se nessas regiões.

Imagem: Reprodução/Internet

Obs: O Espaço Subaracnóideo é o espaço que existe normalmente entre o aracnóide e a pia-máter, que é preenchida pelo Líquido cerebrospinal. Normalmente, a dura-máter está anexada ao crânio, ou aos ossos do canal vertebral na medula espinhal. A aracnoide está anexada ao dura-máter, enquanto que a pia-máter está anexada ao tecido do Sistema Nervoso Central. Quando a dura-máter e a aracnoide se separam, o espaço entre elas é chamado de espaço subdural.

LÍQUIDO CEFALORRAQUIDIANO

o que é?
O sistema nervoso central é constituído pelo encéfalo (cérebro, bulbo e cerebelo) e pela medula espinhal. Essas estruturas são banhadas pelo líquido cefalorraquidiano (LCR), uma solução estéril produzida continuamente pelos vasos capilares do plexo corióideo localizado nos ventrículos cerebrais (são quatro ao todo: dois laterais, o terceiro e o quarto ventrículo). Esse líquido também é conhecido por líquor ou fluido cerebrospinal.
O líquido cerebrospinal é formado principalmente por água, proteínas, glicose, glóbulos brancos e alguns hormônios. A função desse fluido é suavizar os possíveis impactos do sistema nervoso central com os ossos.
Ele age como elemento de proteção dos centros nervosos, uma vez que amortece o impacto de choques contra o encéfalo e a medula espinhal. Está também entre suas funções transportar nutrientes essenciais para o cérebro, remover os resíduos metabólicos e manter a pressão intracraniana em níveis ideais. O LCR circula por uma rede de canais existentes no sistema nervoso central e é absorvido pela corrente sanguínea de tal modo que sua renovação completa ocorra de duas a três vezes por dia.
Grande parte do líquido cefalorraquidiano é segregada pelo plexo corióideo, mas cerca de um quarto é produzido no endotélio parenquimatoso a partir de um mecanismo de ultrafiltração do plasma. Uma criança normal é capaz de produzir 20 ml de LCR por hora. O volume total de LCR aproxima-se de 50 ml no recém-nascido e 150 ml no adulto.

O fluxo do LCR é gerado a partir de um gradiente de pressão existente entre os ventrículos e o sistema venoso. O caminho percorrido é o seguinte: partindo dos ventrículos laterais (apenas por questões didáticas, uma vez que o LCR é produzido em todos os ventrículos), o LCR chega ao terceiro ventrículo através dos forames intraventriculares de Monro e atravessa o aqueduto cerebral e ganha o quarto ventrículo. A partir daí, atravessa os forames de Luschka e de Magendie e atinge as cisternas na base do encéfalo. Circula, então em direção às concavidades dos hemisférios cerebrais, sendo absorvido principalmente pelas vilosidades aracnóides.
A produção e a circulação desse líquido são contínuas, sendo que em algumas vezes pode ocorrer a obstrução do fluxo desse líquido e consequentemente, seu acúmulo, podendo causar a chamada hidrocefalia.

Fonte Imagem: http://www.anatomiaresumida.com
 

CURIOSIDADES

  • Células do mesênquima se misturam com as da crista para formar as leptomeninges.
  • O líquido cefalorraquidiano (LCR/líquor) começa a se formar a partir da 5ª semana.
  • A meningite é uma infecção que acomete as meninges. Quando as meninges inflamam-se em razão da ação de agentes patogênicos, como bactérias, vírus e também por causa de lesões, como traumatismos. Dizemos que está ocorrendo um caso de meningite. Essa doença apresenta um sintoma muito característico que é a dificuldade de encostar o queixo no peito, em virtude da rigidez na nuca. Outros sintomas dessa patologia são dor de cabeça intensa, febres, vômitos, náusea e confusão mental. Para realização do diagnóstico dessa doença, é fundamental a análise do líquido cefalorraquidiano para identificar micro-organismos patogênicos.
  • A hidrocefalia é o acúmulo excessivo de líquido cefalorraquidiano dentro do crânio, que leva ao inchaço cerebral. Caracteriza-se por um aumento da quantidade e da pressão do líquor, levando a uma dilatação dos ventrículos e à compressão do tecido nervoso de encontro ao estojo ósseo. A obstrução do fluxo desse líquido e consequentemente, seu acúmulo, pode causar a hidrocefalia. Para entender a hidrocefalia, é preciso compreender os mecanismos fisiológicos envolvidos desde a produção até a absorção do líquor.
Fonte Imagem: http://www.anatomiaresumida.com
#NeuroAnatomia #AnatomiaResumida 
#Compartilhe #CurtaNossaPágina #VocêSabia?
E aí moçada! Bom eu espero que vocês tenham gostado desse post, esse tema é super mega importante e muito estudado pelos acadêmicos das áreas da saúde relacionado a Neurologia. Logo estarei dando continuidade nos Sistemas do Corpo Humano.

Valeu moçada, um grande abraço e fiquem com Deus 😆 <3